quinta-feira, 22 de novembro de 2012

GIRO d'ITALIA - 3

   
   Deixei de fazer um dos passeios que mais queria: Cinqueterre. Vi várias fotos, um blog com dicas, preços... tudo. Na sexta, em Lucca, quando sairíamos, choveu. Choveu até meio-dia, o bastante para atrapalhar. Acabamos ficando por lá mesmo, na maravilhosa cidade histórica. Ficou na minha lista para quando retornar à Itália.
   Em compensação, fomos a Siena, que não estava nos planos. Um conjunto medieval de fazer cair o queixo. Ruas estreitas, igrejas pequenas, igrejas imensas, castelos, paisagens de morros, casario imenso, ladeiras e a Piazza del Campo! Um dos conjuntos arquitetônicos mais bonitos que já conheci (mas eu conheço pouco).
   Deixei de conhecer o região dos vinhos da Toscana! Ah, queria tanto. Mas havia uma dificuldade logística de transporte/horário... Sonhei com Montepulciano e outras cidadezinhas de montanhas... Também ficará para a próxima.
   Mas andei muito mais por Roma. Caminhei dezenas de horas nas duas semanas que passei lá. Apesar de ser uma "cidade grande", tem encantos e recantos muito especiais. Fui a alguns restaurantes e bares (falar nisso, confidencio: sempre que possível, comprava uma cerveja e saía com ela pelas ruas, uma delícia que aqui em BH não teria a menor graça), fui a museus, fui a igrejas e à embaixada brasileira, voltei a todas as praças que estavam ao meu alcance, incluindo a Piazza del Popolo e a Villa Borghese, (pela primeira vez...).
   Sempre gostei muito de uma canção de Milton Nascimento chamada Trastevere. Finalmente conheci o bairro: um dos lugares mais mais incríveis de Roma. É uma região boêmia, muito muito charmosa. Nos hospedamos lá por uma semana, num apartamento maneiro no meio da muvuca. Quero morar em Trastevere quando crescer. 


Um comentário:

  1. É nessa casa vermelha que vocês ficaram? Parece ótima mesmo.

    ResponderExcluir